quarta-feira, 7 de junho de 2017

Estou a ficar velha, catano.

Ele às vezes tem disto. Vem mais sério da escola, mais circunspecto, pleno de reflexões do alto dos seus seis anos. Naquele momento que temos para nós antes de Máinovo se deitar é quando vêm ao de cima os seus pensamentos menos infantis e, arrisco dizer, mais maduros e filosóficos:
- Mãe, sabias que tu tens um fio invisível, que sai daqui (aponta para o meu peito) e que te liga a mim? Tu até tens dois, porque também tens um que te liga ao mano. 
- É verdade! (❤️)
- Sabes, eu estive a pensar: quando fores para o céu, o fio parte-se e vais deixar-me cá em baixo sozinho...

Nesta altura, foi-me imensamente difícil controlar as lágrimas, que vinham cara abaixo com toda a velocidade. Tentei recompor-me:
- Não, filho, eu depois vou ser uma estrelinha e vou estar sempre lá em cima a olhar para ti e a proteger-te.
- Mas como é que me vais proteger dos ladrões? E das pessoas más? E dos meninos que não me deixam jogar à bola? 

Bem sei que nesta altura podia ter dito uma série de coisas, falado no irmão, na restante família que sobrará quando eu me for, tranquilizá-lo quanto ao tempo que (espero eu) ainda temos juntos, mas caramba, não sei se foram as hormonas se o camandro, tive de pedir um time-out na conversa e sair do quarto para me recompor. 

Senhor meu Marido, sempre aquele poço de sensibilidade, olha para o meu estado e pergunta:
- Estiveste a ver a Anatomia de Grey? 

16 comentários:

  1. Porra, já me fizeste chorar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorry... mas é para verem como este miúdo dá cabo de mim.

      Eliminar
  2. Não estás a ficar velha: o teu Máinovo é que te lembrou que és humana, sensível e que a vida é um sopro.
    Há poucos dias, o meu cunhado terminou com a sua vida, deixando dois filhos (um com 3,5 anos e outro que faz 11 anos daqui a duas semanas). O mais pequenino, quando lhe disseram que o pai agora é uma estrelinha, disse do alto da sua simplicidade que o pai tinha ido de "foguetão para chegar lá mais rápido". Era tão mais fácil que para o mano mais velho e para os crescidos fosse assim tão simples. Beijinho Boneca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caramba agora até fiquei com um nó na garganta. O Máivelho, quando ainda era o único filho e lhe disseram que o bisavô tinha ido para o céu, perguntou se tinha ido de avião ou de helicóptero... sim, seria tão melhor que se mantivessem assim ingénuos para sempre, de facto. Beijinho, Marisa.

      Eliminar
  3. eu tb tenho a sensibilidade do teu marido!!!

    ResponderEliminar
  4. Palavras bonitas as de máivelho. :)
    Quanto ao marido, bela saída lol, sensibilidade masculina no seu melhor. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi Máinovo, o que tornou a coisa ainda mais ternurenta. :)

      Eliminar
    2. Máinovo sim, desculpa. :)

      Eliminar
  5. Por isso è gosto de vocês. Que família singular a vossa. Beijos e abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A família "singular" (ou seja, de malucos) também gosta de ti, compadri :)

      Eliminar
  6. Aiópa, até me arrepiei! As mães deviam ser eternas, continuo a dizer <3

    ResponderEliminar
  7. Depois de já estar a preparar os lenços fui salva pela sensibilidade masculina!! O que me ri!! XD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É assim uma bipolaridade de emoções, Inês! :)

      Eliminar